VISITANTES

quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

Anoitecer...


 Amiúdam-se as partidas...
Também morremos um pouco
no amargor das despedidas.
...

Cais deserto, anoitecemos
enluarados de ausências.


Helena Kolody

11 comentários:

  1. Querida mara
    Que beleza de poema, tão verdadeiro!
    «Morremos um pouco no amargor das despedidas»,e de que maneira!
    Bom fim de semana.
    Obrigada por todo o carinho que me dedicou durante 2013.
    Desejo-lhe a continuação de muito Boas Festas e um 2014 repleto de realizações.
    Beijinhos
    Beatriz

    ResponderExcluir

  2. Querida Mara

    Venho agradecer-te as palavras tão lindas que me levaste ao Xaile de Seda, palavras que me encheram de alegria e emoção. Desejo-te um Ano Novo coroado de bençãos, de muita Felicidade, ao lado dos que te são queridos. Desejo que mesmo longe do teu Brasil o passar dos dias seja para ti cheio de Luz e Alegria. Agradeço-te também os teus posts, tanto deste Blog como da Lusofonia Poética, sítios onde nos podemos deliciar com poemas e pensamentos que conduzem à reflexão e ao conhecimento.

    Beijinhos.

    Olinda

    ResponderExcluir
  3. Sim, as partidas....
    ... os morrer um pouco
    depois de cada uma....
    Mas gostei mesmo,
    demais, das ausências enluaradas.

    Parabéns!

    ResponderExcluir
  4. Gostei muito de ler seus versos e conhecer seu belo recanto.
    Deixo aqui um convite para conhecer e seguir meu novo
    espaço de Duetos, ficarei feliz com sua presença,
    abraços, Efigenia

    http://efigeniacoutinho-duetos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Com imenso carinho
    estou aqui espero sinceramente ,
    que possa me entender.
    Ñ estou conseguindo digitar
    infelizmente .
    Espero , que não me deixe
    de me visitar por estar avisando ,
    que terei que visitar sem poder fazer comentário.
    È triste , mas tem coisa pior tenho esperança
    de recuperar um pouco de tudo que perdi
    a cada dia aos pouco.
    Conto com seu entendimento ,
    as coisa ficaram serias demais.
    Na medida do possível estarei deixando uma
    mensagem de amor e carinho.
    Estou triste porque sei ,
    que muitos ñ entendera.
    Um beijo terno e carinhoso.
    Evanir.
    PS:Estarei fazendo sorteio de um vestido Indiano
    caso gostar da brincadeira na lateral do
    eu blog tem um vestido ,Como selo de participação
    (homem uma camisa Polo.)
    Desejo desde já boa sorte quem sabe ñ será vc
    a entrar no novo ano com vestido mais um vestido novo.
    Vale para qualquer Pais..

    ResponderExcluir
  6. Que em 2015 todos os nossos sonhos se tornem em realidade…. Desejo: muita saúde, paz, amor, prosperidade e sucesso para todos.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Este año como cada año, nuestro tren parara en alguna estación, depende de cada uno de nosotros dejar ir a la tristezas, miedos, frustraciones, malos momentos, desamor. Agradece a cada uno de ellos.. su compañía y sus enseñanzas, aunque hayan sido dolorosas, déjalos ir, déjalos bajar de este tren. Deseo que en esta parada, a tu tren suban miles de bendiciones, sueños alcanzables, amor, abundancia, fuerza y determinación para seguir tu viaje.
    Hoy en mi vagón quedaran puestos desocupados y espero te sientes a mi lado para compartir junt@s este nuevo viaje. FELIZ NUEVO COMIENZO EN ESTE AÑO 2015!!!

    ResponderExcluir
  8. Tristes sempre as partidas... Lindo o poema. Bom Natal.

    ResponderExcluir