VISITANTES

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

A História de São Nicolau


Brusque foi colonizada pelos europeus e comemorar São Nicolau faz parte dos festejos de final de ano.
Hoje pela manhã, contei essa história aos meus alunos e dei a eles "balinhas" deixadas por São Nicolau.

“Era uma vez um homem muito bom, que gostava muito de crianças. Com todo carinho, dedicava-se a elas ensinando-lhes histórias que ouviam uma vez por semana quando o visitavam. Um velho servo que trabalhava na casa do anfitrião incrementava os encontros com biscoitos muito gostosos e maçãs fresquinhas.
Um dia, certa menina, muito pobre que ia sempre às reuniões não compareceu, por estar doente. Depois que todos se despediram, Nicolau preparou um saquinho com um pouco de cada guloseima e maçãs. A menina morava muito longe, por isso Nicolau foi a cavalo para chegar mais depressa. Mesmo assim, quando chegou, já estavam todos dormindo. Mas, diante da porta dos fundos, Nicolau viu os sapatos da menina e ali colocou seu presente.
Com os anos, Nicolau ficou velhinho e os filhos das crianças que ouviam suas histórias iam visitá-lo e cantavam canções, para que ele não se sentisse sozinho e triste.Chegou o dia em que Deus chamou Nicolau, quando ele chegou ao Céu, olhou para baixo e viu as crianças chorando. Pediu para voltar à Terra, mas Deus lhe disse que isto não era possível. Porém, por ter sido um homem muito bom, Deus deu a Nicolau a possibilidade de, uma vez por ano, no dia 6 de dezembro, visitar a Terra e a todas as crianças.Em suas visitas, na noite do dia 5 para o dia 6 de dezembro, traz para elas maçãs, nozes,balas e biscoitos, e os coloca em seus sapatinhos ou diante de suas portas. E as crianças retribuem deixando uma cenoura para o cavalo branco de Nicolau, cantando canções e recitando versos. Mas, não esqueçam que Nicolau, durante o ano todinho, olha para Terra e vê cada uma das crianças e tudo o que ela faz. Ele anota em seu grande livro de ouro as coisas boas e belas e as coisas feias também.”

Um comentário:

  1. Faço ideia da cara dos alunos, presos ao
    desenrolar da História....
    Beijo

    ResponderExcluir