VISITANTES

quinta-feira, 5 de maio de 2011

Quando A Alma Chora


É quando o corpo já está cansado,
quando, da noite, cai a escuridão,
quando a tristeza assola o coração.
O que está certo? Tudo está errado!

Quando o tempo busca, endiabrado,
entortar o caminho, uma missão.
Quando o pranto se espalha pelo chão
e o pensamento jaz acorrentado.

A natureza é morta, a voz se cala,
o olhar está perdido na montanha,
enquanto a mágoa cresce em larga escala

e sofre o interior que, mudo, apanha
da ingratidão que oprime, que avassala,
buscando ser feliz com tal façanha.


Gilson Faustino Maia

2 comentários:

  1. Nas almas gémeas.. quando uma alma chora.. choram as duas!

    ResponderExcluir
  2. Bonito soneto....Sem mais comentários..
    Beijo

    ResponderExcluir