VISITANTES

sábado, 24 de setembro de 2011

Voz dos Sinos


Há uma leve tristeza nesta tarde fria,
minha alma que é ternura tem visão de alarde,
fortemente entristecida afasto a esperança.

Estrelas vão acordando docemente
no mesmo ritual, alguns pássaros em voo
livre procuram pouso.

Minha tristeza não tem dor, é calma
e cheia de amor, bondade emana dos olhos,
mas não consigo ouvir voz dos sinos.


Marta Peres

Um comentário:

  1. Talvez entre a dor e o amor...o sino toque...
    Capelinha simpatica....
    Beijo

    ResponderExcluir