VISITANTES

sábado, 1 de outubro de 2011

Desenhos Na Vidraça


A chuva que lá fora agora cai
Faz umidade no vidro da janela
Rabisco um desenho que me traz...
Recordações...Ilusões em
Aquarela.

Olho em silêncio,
A chuva fina na calçada
Noite escura, madrugada, solidão.
Mente vazia, tudo, nada
Reflexão...

Compromissos...
Mundos comprometidos...
Ficamos nele por pura condição,
O tempo passa quase que despercebido
Negamos sempre
O que pede o coração.

Assim a vida passa
E traz sempre madrugadas...
Noites frias...Solidão...
Imaginárias serenatas!
Chuva...
Insônias...
Desenhos na vidraça...


Marina Mayer

2 comentários:

  1. Nostalgicamente belo e verdadeiro

    Há tantos momentos assim, amiga Mara.

    Adorei.
    Beijinho e bom Domingo

    ResponderExcluir