VISITANTES

sexta-feira, 3 de junho de 2011

Amor à Distância...


Um amor que chega sem ser esperado...
Que não pede permissão para entrar...

Mas que invade o corpo inteiro...
Como se dono fosse do meu ser...

Um amor que vi aos poucos dentro de mim crescer!
Um amor que a distância não impediu,
De aflorar na minha existência tão sem graça.

Que me trouxe a alegria de estar vivo...
Que despertou a emoção adormecida!

Quando descobri que estavas em minha vida,
Ah esse amor que chega a doer de tanta
saudade...

Que anseia em seus braços um dia ser aconchegado.
Que sonha com seu rosto um dia acariciar.

Em teu corpo os delírios do prazer sentir...
E o seu coração com o meu amor seduzir!

Ah esse amor..., esse amor...
Que deixa meu corpo em brasas.
Quando em sonho muitas vezes acordado.

Sinto o seu corpo sob o meu, e
Assim por ti estar sendo amado.
O que seria de mim se não sonhasse!

Talvez perdesse a esperança....
Mas eu sonho, e tenho esperança.

Que um dia em nossas vidas vou lhe encontrar,
Com meu carinho e meu amor poder dizer,
Que eu nasci para lhe amar e ser amado por você!


Juliana Olivery

2 comentários:

  1. Talvez perdesse a esperança....
    Mas eu sonho, e tenho esperança.

    Beijo
    Ai Ai linda..

    ResponderExcluir