VISITANTES

terça-feira, 11 de maio de 2010

MEU AMOR É FORTE




Meu amor é forte
Qual escultura de concreto
É reto.
Caminha léguas
Transpõe montanhas
Navega mares
É erva de raiz forte
Nunca reconhece a morte.

Meu amor é brisa
Leve tal qual pluma rara
É livre.
Flutua suavemente
Baile de borboletas
Revoada de andorinhas
É todo ele harmonia
Minha mais lúcida fantasia.

Luciana Silveira

4 comentários:

  1. Tu vens do lado claro de meu ser
    como um sonho remido de criança...
    Quantas e quantas eras me restei
    vivendo por viver no itinerário
    da esperança...

    Afonso Estebanez

    Feliz Noite.......Beijo!

    ResponderExcluir
  2. Olá amiga! Quando da minha viagem à Recife em virtude do falecimento da Enice, (minha ex esposa) devido à urgência, não bloqueei a memória do meu sócio, secretário e fiel colaborador. Acontece que, quando retornei encontrei o mesmo gravemente enfermo, pois devido às constantes e longínquas viagens impostas pelos meus queridos netos, foi vítima da invasão de alguns malfadados vírus que, como verdadeiros cânceres, danificaram totalmente a sua memória, forçando-me a levá-lo ao especialista para transplantá-la. Portanto, mais uma vez solicito a valiosa e honrosa compreensão de todos, no sentido de perdoar-me em função de mais um período de ausência, prometendo atualizar as visitas, retribuindo a todas, pois quem visita, merece e quer ser visitado.

    Beijos e fique com DEUS.

    Furtado.

    ResponderExcluir
  3. Sede como os pássaros que, ao pousarem um instante sobre ramos muito leves, sentem-nos ceder, mas cantam! Eles sabem que possuem asas.

    Victor Hugo

    Feliz Noite .......Beijossssssss

    ResponderExcluir
  4. Com um beijo e gostei de estar...Aqui...

    CONFIANTE


    Uma semana vai...
    Uma semana vem...
    E com ela mais sonhos...
    E vamos aprendendo a sonhar...
    Para podermos viver
    E sentir que a vida é linda
    E tem sempre algo de novo...
    Para podermos sorrir...
    Temos que olhar à nossa volta...
    E estar sempre atentos...
    Pois algo de novo aparece...
    E muitas das vezes...
    Nada esperamos...
    Na corrida da vida...
    Fica pouco tempo...
    Mas quando a felicidade surge...
    É com a mão aberta...
    Que a esperamos...
    E a guardamos!...




    LILI LARANJO

    ResponderExcluir